generalidades

2013

O ano de 2012 se encerrou com algumas lições e alguns objetivos pessoais, do que quero pra mim, pro meu jeito de ser, de me comportar, de agir e até de pensar.

Foi um ano que começou com duas situações marcantes: uma muito difícil e outra muito gratificante, que vem se desenrolando e nos enchendo de esperanças, alegrias e planos.

Foi um ano em que eu gastei muito, muito pensamento, muita “energia” com o que era totalmente desnecessário. Eu deveria ter sido mais forte ao tentar rejeitar esses pensamentos pessimistas. Como disse, ficam as lições e os planos de mudança.

Foi um ano que me ensinou a não me deixar abater pelo que não me faz bem e o que não quer o meu bem. As atitudes de outras pessoas também me ensinaram. Por exemplo: devo viver a minha vida e concentrar meus pensamentos no que é real e meu. Vejo pessoas vivendo em função dos outros, se interessando por vidas que não lhes dizem respeito, e o que acontece? Essas pessoas não são felizes, pois se concentram na vida que os outros vivem e não vivem a sua própria vida, não buscam a sua felicidade (porque ficar desejando e fazendo mal pros outros não pode trazer felicidade pra ninguém, isso é óbvio). Eu não faço isso, mas aprendo com a experiência de quem faz e fico com a certeza de que não quero isso pra mim. Cuidar da minha vida e dos meus é o que me traz felicidade. Minha vida é muito boa – e me basta vivê-la.

Em 2012, iniciei meu mestrado, o que era um sonho antigo. Fiz este primeiro ano de disciplinas e agora, em 2013, tenho a dissertação para escrever, com um tema de projeto definido há não muito tempo e com muita, muita coisa pra ler e pesquisar, já que meu projeto é em uma área nova pra mim. Já tenho bastante trabalho para as férias, pois devo qualificar meu projeto em março.

No final deste mês, Jr. e eu vamos viajar, e isso é mais uma coisa que me anima muito.

2013 (que número lindo!) há de ser um ano muito, muito bom. De mais tranquilidade, da continuidade da realização dos sonhos e com quem eu amo sempre por perto. Sei que, em grande parte, uma vida tranquila e feliz depende sobretudo de mim e dos objetivos que defino. Quero terminar 2013 orgulhosa de mim mesma. :)

Anúncios