generalidades

life goes on

Acho que foi em janeiro que fez dez anos que eu tenho blog. É coisa! Já fui bem assídua, já quase larguei, já deixei de postar por muito tempo, já voltei a postar com tudo, já falei muito de mim, já tentei me esconder mais, já falei só da família e dos meninos, já voltei a falar mais de mim… Pode ter a ver com os ciclos que a gente vive, com o quanto a vida muda – e a minha mudou para melhor, felizmente. Lembro que no começo meu blog era triste e melancólico, como eu era. Os textos que eu lia, que eu compartilhava, com os quais me identificava não mais me definem. Uma vez, escrevi que “há em mim uma solidão que precisa acontecer, ainda que de vez em quando”. E por tanto tempo foi assim! Engraçado, mas hoje não mais. Eu achava que essa frase me definiria vida afora, e é tão melhor que hoje não precise ser assim.

E eu descobri (tarde, poderão dizer alguns) o blog da Lolla, o qual estou lendo de trás pra frente, todo o arquivo. É exatamente o tipo de blog de que eu gosto: pessoal, íntimo, despretensioso (e sem publieditorial, rá!). É o tipo de blog que eu gostaria de ter. Sinto falta de ler blogs assim. Os que eu acompanhava no início da “atividade” mudaram seu estilo ou deixaram de existir (o da é o único blog diarinho de que eu me lembro que continua ativo e do mesmo jeito, que eu continuo acompanhando assim, com frequência – há blogs de outros amigos daquela época, como o da Nanda, mas que são atualizados com bem menos frequência, infelizmente). Também gosto de ler o blog da Rafa, no melhor estilo diarinho. Outros dois blogs que eu adorava ler, ainda que os tenha descoberto há não muito tempo, mas que têm prendido menos a minha atencão são o da Thais e o da Rita, que estão ficando menos pessoais e muito focados no “dar a dica pro leitor”, e aí já gosto menos. Prefiro relatos pessoais. Eu gostava muito do outro blog da Thais, sobre o filho dela e a maternidade, mas esse ela parou de atualizar, por isso segui lendo esse blog, voltado para dicas de organização. Por falar em maternidade, quase todos os blogs que eu adorava acompanhar nessa área estão chatos também. Pelo menos diminuiu a lista no GReader e o tempo de leitura. Leio os poucos, mas bons. :)

Hoje faz três anos que eu e meu marido trocamos nosso primeiro beijo (quer dizer, pelo horário já era dia 15, mas é mais legal contar com sendo no Valentine’s Day, no dia do beijo, essas coisas fofas, hehe).

Como eu previra, o calor chegou pra valer mesmo em fevereiro. Está bem desconfortável passar o dia assim, ainda mais que eu fico trabalhando na parte alta do apartamento, e aqui fica mais abafado do que no resto da casa. Não tem ventado também, e aquela brisa refrescante entrando pela janela faz falta.

Queremos publicar as fotos da nossa viagem, mas cadê tempo para selecionar algumas entre quase 2.000? Eu estou cheia de coisas para fazer para o mestrado, então nem pensar por enquanto! Acho que as fotos sairão quando o marido se empolgar para fazer a seleção, já que a maioria das fotos são dele, mesmo. Eu ainda tenho que fazer pelo menos um post sobre a ida a Buenos Aires; não quero deixar que o tempo passe, eu perca a lembrança de muita coisa, o efeito da viagem e acabe não fazendo, como aconteceu com as viagens ao Chile (fevereiro de 2011) e à Colômbia (julho de 2011). Até hoje eu me prometo um post, ainda que atrasado, sobre elas. Da Colômbia eu nem postei as fotos do passeio a Zipaquirá, onde tem as famosas minas de sal.

Eu tenho um capítulo de artigo em grupo para escrever, o projeto de mestrado para qualificar, outro artigo para uma disciplina, e estou entregando um trabalho de aula hoje. Tudo assim, quase que pra ontem. Além, é claro, das leituras, muitas. Não posso reclamar, pois era exatamente o que eu queria estar fazendo, atividades para o mestrado. :)

Anúncios

2 comentários em “life goes on

  1. Oi, Rafa,
    Eu tinha tirado os comentários, mas agora abri de novo. :)
    Eu fazia agenda, na adolescência, enchia de bugigangas e elas nem fechavam. Joguei-as fora e depois me arrependi, mas agora não sinto falta. Acho que diários servem mais pra isso que falaste, mesmo. E os blogs são outra coisa, né? Um registro, também (ao qual voltamos mais vezes – eu sempre leio coisas antigas do meu), mas um espaço onde não podemos ou não conseguimos dizer tudo assim, tão abertamente, pelos motivos óbvios.
    O blog da Thais está chato com tantos textos dos outros. São pessoas que escrevem bem, mas eu gosto dos textos DELA. E a Rita está “pregando” muito o minimalismo, o zen budismo, o Leo Babuta… Aí acho beeeem menos interessante.
    Parabéns pela evolução com o projeto. Ainda não posso dizer o mesmo do meu (estou esperando resposta da co-orientadora para marcar reunião).
    Beijão.

    Curtir

  2. Sempre teve lugar para comentários? Ou eu que nunca vi? :)

    Obrigada por mencionar meu blog, que eu gosto muito, mas também já passou por tudo isso que você escreveu sobre o seu. Queria ter coragem de fazer um diário de verdade mesmo, mas tem coisas que não podemos ficar abrindo para o mundo, né? Eu sempre tive diários. Esses tempos resgatei os meus da adolescência na casa da minha mãe. Ainda não tive tempo para relê-los. Acho que no fundo tenho medo, o que me leva a pensar se diários são mesmo para serem relidos ou apenas para servirem de local de desabafo ou compartilhamento de momentos bons. Não sei.
    Vou dar uma olhada nos outros blogs. Fiquei curiosa.
    O blog da Rita ainda tem mais coisas pessoais, o da Thais realmente está ficando meio frio. Também gostava mais (não muito tempo atrás) dos relatos do dia a dia.
    Bons estudos por aí! Ah, eu consegui escrever duas páginas de meu projeto novo. :)
    Bjs,
    Rafa

    Curtir

Deixa um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s