generalidades

Quem disse que saudade e rotina são ruins?

Lá vai o marido viajar de novo. E lá vou eu sentir saudade outra vez e passar outro aniversário dele longe dele. Lá vou eu pra mais uns dias sentindo falta de dormir junto, tomar café da manhã junto, ir para a universidade junto, almoçar junto, voltar pra casa junto, ir pra academia junto, caminhar junto, ficar com as crianças junto, dormir junto, acordar junto… Eita, que esse negócio de saudade dói um pouco. Eu sinto muita saudade dele, muita. Nossa rotina é muito unida, fazemos muitas coisas um com o outro (nós só não trabalhamos juntos, praticamente, e olha que às vezes até isso fazemos juntos). E eu adoro essa minha rotina com ele. Não enjoo, não acho que seja demais, não quero que mude. Aí ele vai e eu sinto uma saudade enoooorme dele aqui comigo. Mas eu mesma cheguei a uma conclusão, e até comentei com ele: ainda bem que sentimos saudade um do outro. Seria muito pior se ele viajasse e eu não sentisse falta nenhuma dele, ficasse até desejando que ele viajasse mais ou ficasse mais tempo fora, já pensou? Ui, credo. Quero mais é a minha saudade a toda! Em outubro eu é que vou fazer uma viagem (de estudos, ligada ao meu mestrado). Serão dez dias longe dele e dos meninos. Não sei se ele já ficou tanto tempo assim longe, se ficou foi uma vez. As viagens dele não costumam durar tanto assim (ainda bem!). Quero ver como vai ser. Uma coisa eu já sei: eu vou sentir muita saudade da nossa rotina.

~

O aniversário dele é hoje. Infelizmente ele está longe, mas a gente se fala algumas vezes por dia (tecnologia, sua linda!), então fica mais fácil assim.

O Rafinha gravou um vídeo de parabéns pro papai:

{I love you}

O recado que eu mandei pra ele foi:

Feliz aniversário, meu amor. Eu e os nossos lindos te desejamos tudo de melhor. A nossa família sempre unida, muitos dias lindos de céu azul e temperatura agradável, passeios, caminhadas, pedaladas, ciclovias para as pedaladas, viagens, comidas gostosas, fofolia, piadas, risadas, gargalhadas, paz, harmonia, gente legal por perto (daquelas que querem o teu bem) e muito, muito desse nosso amor “fofamiliesco” que nos faz tão bem. Sei que se continuares tendo o que já tens, vais continuar sendo muito feliz. Então nem preciso te desejar mais; desejo pra ti o que desejo pra mim: que a nossa vida continue boa como tem sido desde que nos encontramos e decidimos não sair mais um do lado do outro. “Together we stand”.

Anúncios

Deixa um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s