generalidades

resumo da semana

Esta semana começou numa correria louca, me deixando meio zonza de tanta coisa pra fazer. Segundas-feiras têm sido complicadas pra mim, por causa do horário da aula de bateria à tarde. Eu mudei no semestre passado, porque eu tinha aula de francês às segundas (e quartas) de manhã, então ia pra universidade, almoçava lá, depois ia pra escola de música, onde eu tinha no início da tarde horário reservado pra praticar bateria e já ficava pra aula em seguida. Agora minhas aulas de francês são às terças e quintas, o que quebrou meu calendário semanal e complicou minha a ida pra escola de música. Como o meu horário de aula antigo não está mais vago e as opções que me sobram não são melhores, sigo desse jeito.

Na terça eu teria aula de francês de manhã – que graças aos céus foi cancelada! – e à tarde evento de um dos núcleos de estudos aos quais sou vinculada na universidade. Nesse evento eu faria (mais uma) apresentação do meu projeto de pesquisa, mas dessa vez para ser debatido por dois professores, um que foi o orientador da minha coorientadora e eu cito na minha pesquisa – *medo* – e outro que é alemão, da Universität Konstanz (mas fala português muito bem). No fim, foi bem legal, eles gostaram do projeto e deram boas dicas. Mais um episódio da série Morro de medo, mas no fim vale a pena.

Na quarta foi feriado. Fui com o Jr e os meninos visitar meu pai e minha avó-querida-amada, em Brusque. Foi um dia gostoso, tranquilo e leve, menos pela parte da comida. Eu estou fazendo reeducação alimentar, e meu consumo de açúcar caiu drasticamente. Não foi só isso. Meu paladar também está mudando, e eu estou bem mais sensível a coisas doces. Mesmo assim, o que a minha vó faz é delicioso, e eu comi pra caramba, mas aí o corpo já sente um pouco os excessos, pois vem de uma rotina de alimentação mais leve.

Por falar em alimentação mais leve, eu posso ou não estar viciada em tapioca com banana, canela e pasta de amendoim. Não disse que estou.
~ Aquela pasta de amendoim crunchy é uma perdição.

Na quinta teve aula de francês, normal. Fui pra universidade de bicicleta, o que estou conseguindo voltar a fazer neste semestre, e tem sido ótimo. A temperatura está perfeita pra isso: nem tão frio que eu tenha que sair cheia de roupa, mas precise tirar parte dela no caminho, porque ao subir o Morro da Lagoa o calorão ataca; nem tão calor que todo o trajeto seja sofrido, não só o morro.

O evento marcante da sexta foi o treino mais longo de corrida que já fiz até hoje. No domingo passado eu bati meu recorde, correndo 15k. Nesta sexta eu bati meu recorde novamente, correndo 18k. Sensação boa! Nesta semana vou bater meu recorde uma outra vez, correndo 21k. É que no dia 2/10 eu vou participar de uma meia maratona, então esses treinos são meu preparo pra prova.

Aliás, minha viagem está aí, a menos de duas semanas. E eu simplesmente tenho TUDO pra fazer. A única coisa que está feita é a compra da turma do Pocoyo de pelúcia pra minha sobrinha e uma ou outra coisa que a minha irmã encomendou. Mas eu terei muita coisa do doutorado pra fazer, e olha que marquei a viagem pra essa data contando que a qualificação já teria acontecido.

E hoje não fui à academia, pois fui assistir ao Rafinha jogando tênis pelo festival da Escolinha do Guga. Foi uma manhã bem legal. Ele se divertiu muito, adorou as partidas que jogou e voltou pra casa com mais uma medalha de evento pra coleção dele. :)

Festival de Tênis Escolinha do Guga - setembro/2016
Festival de Tênis Escolinha do Guga – setembro/2016
Anúncios

Deixa um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s