maternidade

tudo vai voltando…

A Nina fez um ano. Poucos dias antes de ela completar onze meses, eu voltei a menstruar. É muito louca essa questão hormonal, a forma como a natureza conduz esse balé chamado maternidade. Neste primeiro ano de vida dela, minha cabeça era só esse assunto: maternidade, parentalidade, criação, Nina. Eu tenho a tese pra acabar, e por mais que eu tentasse (e precisasse) voltar para a minha pesquisa, eu simplesmente não estava conseguindo render nada. Não me concentrava, não me conectava, as leituras não avançavam, era frustrante. Eu consegui trabalhar na revisão de alguns materiais, inclusive livros, mas com a minha pesquisa, que é algo bem mais profundo, um trabalho que não tem como ser feito rapidamente, não tinha jeito.

Nesse meio-tempo houve até troca de orientação (por causa do meu atraso e da minha dificuldade de fazer o trabalho andar). Eu estava muito frustrada e angustiada com toda essa situação.

De repente, parece que fez clique. Voltei a me interessar pela pesquisa, pelas leituras, tenho mesmo vontade de ficar estudando (até de aulas eu senti saudade, haha). E foi ali, na virada do primeiro ano de vida extrauterina da Nina.

O fato de eu não conseguir render o que gostaria/precisaria, porque a Nina vive o que até agora foi o auge da angústia da separação, é uma outra história, falo disso outra hora – ou não ¯\_(ツ)_/¯

Cordilheira dos Andes (fev/2019)
Anúncios
maternidade

Quase um ano de neném!

💜 Hoje, Nina completa onze meses. Não dá pra acreditar que em um mês ela já vai fazer aniversário! Como pode passar tão rápido? E olha que eu estou atenta a tudo, curtindo cada descoberta, cada nova habilidade, cada coisinha que ela aprende. Mas ainda assim me surpreendo e, se pudesse, desejaria que passasse mais devagar. O bom é que ser mãe dela é cada vez mais legal – só melhora! 💜

~

Não posto nada aqui desde que a Nina tinha dois meses. Todos os registros foram ficando no Instagram, mas eu quero que fiquem aqui também. Pretendo, aos poucos, trazer pra cá os posts cujos textos registraram esses meses de Nina nas nossas vidas (deverão aparecer aqui pra baixo, como posts antigos, pois vou postar com as datas originais; não sei se isso afetará de alguma forma pra quem acompanha por agregador).

maternidade

dois meses

Hoje a Nina completa dois meses. Já tem cinco quilos, sorri pra gente, observa tudo ao redor com interesse e curiosidade, enche nossa vida de alegria.

maternidade

#tbt

Este é um 50% #tbt, haha.

Daise: outubro/1982 (dois meses e oito dias);
Nina: abril/2018 (um mês e dezoito dias). 💜

generalidades

Victor, 17 anos

Esse menino lindo, tão amado e especial, completa 17 anos hoje, oito dos quais eu tive a imensa alegria de acompanhar. Tu és um rapaz incrível, Vi! São tantas as tuas qualidades, que eu excederia o número de caracteres da publicação se eu começasse a enumerá-las. És uma pessoa admirável, de quem a gente tem muito, muito orgulho.
Te amo demais!

maternidade

mais de irmãos

Por falar em irmãos (ver publicação anterior) nesta semana faz oito anos que eu conheci o Victor e o Rafinha. Esta foto (de qualidade péssima, pois: feita com celular em 2010) é do nosso primeiro encontro e passeio juntos. Não poderia ter começado melhor. Hoje, além do sobrenome em comum – foi por causa deles que eu acrescentei o sobrenome do meu marido ao meu quando nos casamos – nossos laços são, também, de sangue: temos uma meNina linda que nos une para sempre. 💜

maternidade

irmãos

Filha, desde a gravidez que eu te falo da sorte de seres irmã do Victor e do Rafael. Teus irmãos te amam tanto! E eu amo tanto vocês três! 💜💙💚

Saímos os cinco para passear aqui do lado de casa. Levei a Nina no sling, e os meninos quiseram carregá-la um pouquinho também. No caminho de volta pra casa o Rafinha ainda fez a irmã dormir – coisa que o Victor também faz com a maior facilidade quando toca violão perto dela. Três lindezas das nossas vidas!

Amo esta foto: